PERGUNTAS E RESPOSTAS

Versão para impressão



O VERÃO E A CIRURGIA PLÁSTICA


01. Quais são os cuidados que uma pessoa candidata a uma cirurgia plástica deve ter com relação à exposição solar?


Resposta: Qualquer pessoa deve atentar para o fato de que a exposição inadequada ao sol pode provocar danos à pele e à saúde, mesmo naqueles que não se submeteram à cirurgia. Portanto deve seguir à risca as orientações do médico. Depois de operado deve evitar expor-se ao sol por um período médio de um mês e dependendo do tipo de cirurgia a que se submeteu, este tempo poderá ser maior e outras orientações se farão necessárias para conforto e melhor recuperação.

 


O processo de cicatrização sofre prejuízo se o paciente ficar exposto ao sol intenso, causando aumento do edema (inchaço), eritema (vermelhão), dor, desconforto, manchas na pele e pigmentação de cicatrizes. Pacientes submetidos a peelings ou dermoabrasão devem ter cuidado redobrado, pois o risco de complicações aumenta consideravelmente.

02. Deixei para tirar as minhas férias no verão e gostaria de fazer a colocação de próteses de silicone. A minha pergunta é a seguinte: dá para inaugurar o meu novo corpinho ainda neste verão (as férias)?

Resposta: Toda cirurgia exigirá um tempo de recuperação e prudência na exposição ao sol. No caso de inclusão de próteses mamárias, deve-se esperar em média dois meses para usufruir da praia e do sol de verão, seguindo as orientações de evitar excessos e horários de maior incidência solar. Evitar o sol entre as 10 e 15 horas, pois a radiação ultravioleta nociva à pele é mais intensa nesse horário. Usar fotoprotetor adequado de rotina nas áreas do corpo que ficam expostas.

03. Existe alguma contra-indicação de fazer a cirurgia plástica das pálpebras ou do rosto no verão?

Resposta: Não há contra-indicação. O que há são cuidados a serem seguidos para a devida proteção das áreas operadas, o que deve ser feito em qualquer época do ano. Em países tropicais como o Brasil temos sol quase o ano inteiro e não podemos esquecer que mesmo em países com neve, os cuidados com a pele e exposição à luz solar refletida serão similares.

04. É verdade que devido ao calor não se deve fazer a cirurgia de abdome. Disseram-me que o calor deixa a pessoa muito agoniada, abafada e que isso não é bom para o resultado da cirurgia?

Resposta: Há um equívoco nesse pensamento, pois essa sensação eventual em algumas pacientes está mais relacionada a fatores pessoais do que à estação do ano em questão.
O fato é que o uso da cinta modeladora após a cirurgia pode não ser bem tolerado por certas pacientes, entretanto esta é importante na contenção de edema e oferece maior segurança à mesma. Também a maior firmeza dada aos músculos abdominais com a cirurgia reduz a distensão do abdome e leva alguns dias para que a pessoa se adapte à nova condição. Por exemplo: com ou sem o verão a paciente deve limitar a quantidade de alimentos durante as refeições, pois, se fizer o contrário poderá sentir desconforto após a alimentação. Outro fator é a respiração que parece ser mais curta, devido ao tratamento da aponeurose dos músculos retos do abdome, mas com o passar dos dias essa condição volta ao normal.

05. Por que as pessoas gostam mais de fazer cirurgias plásticas durante o inverno?

Resposta: Geralmente é nesta fase do ano que coincidem com os períodos de férias de algumas pessoas, assim como é o momento escolhido por muitos para cuidar da boa forma e da estética para o próximo verão.


06. Já que o assunto é o verão e a exposição ao sol; fiz plástica de redução das mamas há três meses e gostaria de saber se posso fazer top-less neste verão que começa no próximo mês?

Resposta: Você já poderá ir à praia e aproveitar o sol nos horários apropriados e sem excessos, mas ainda não deve expor as cicatrizes ao sol, pois o processo de cicatrização ainda não se completou. Pode ocorrer hiperpigmentação (escurecimento) das cicatrizes e prejudicar o resultado final. A título informativo, saiba que o excesso de sol ou a exposição solar em horários inapropriados causam os seguintes danos na pele: vermelhidão, pigmentação, espessamento da epiderme, queimaduras de 1o e 2o graus, acelera o envelhecimento precoce da pele, câncer de pele, danos nos olhos como a conjuntivite, causar catarata, etc. Também pode desencadear alergias e certa doenças como: miliária ou brotoeja, urticária e herpes simples (a radiação ultravioleta emitida pelo sol tem uma capacidade imunossupressora suficiente para ativar o vírus do herpes).

07. Depois de quanto tempo uma pessoa que quer fazer uma lipoescultura no corpo pode pegar sol e voltar à ginástica. Quero fazer essa cirurgia por que vou desfilar no carnaval em uma escola de samba e tenho que está "saradinha".

Resposta: O retorno à ginástica após uma lipoaspiração pode variar a partir de quinze dias, de forma progressiva e de acordo com a extensão do procedimento realizado. A exposição ao sol por sua vez, deve esperar entre dois a três meses para evitar edema (inchaço) ou aparecimento de manchas na pele.
Existe uma classificação que relaciona o tipo de pele à sensibilidade e reação a radiação ultravioleta. Verifique qual é o seu, pois ciente disto ficará mais fácil controlar o desejo exacerbado pela exposição solar. É a seguinte:
I Branca, olhos azuis, sardentos: pele muito sensível - Sempre queima, nunca pigmenta.
II Branca, olhos azuis, verdes ou castanhos: pele muito sensível Sempre queima, pigmenta pouco.
III Média das pessoas brancas normais: pele sensível - Queima e pigmenta moderadamente.
IV Morena clara: pele pouco sensível - Queima pouco, sempre pigmenta.
V Parda: pele pouquíssimo sensível - Nunca queima, sempre pigmenta.
VI Negra: pele resistente - Nunca queima, sempre pigmenta.
A queimadura causada pela exposição exagerada ao sol é assim classificada: 1o Grau: caracteriza-se por vermelhidão, inchaço das áreas irradiadas e desconforto relativo e 2o Grau: o edema é mais intenso, há formação de bolhas. De acordo com a intensidade do caso pode apresentar náuseas, febre, calafrio, taquicardia, delírio, etc.

08. Quais os cuidados que tenho que ter com o meu rosto e barriga durante o verão, pois fiz o lift cérvico-facial e lipo de abdome no último inverno (mês de agosto)?

Resposta: Você terá que ter os cuidados que toda pessoa deve seguir, ou seja: expor-se ao sol somente nos horários de menor incidência de raios nocivos ultra-violetas, preferindo a praia ou piscina das 8:00 às 10:00 ou após as 16:00 horas. Proteja-se embaixo da barraca, usando viseira ou chapéu de abas largas e o fotoprotetor recomendado pelo médico. Os protetores solares são produtos com a capacidade de proteger a pele contra a queimadura solar, além de prevenir os maléficios tardios resultantes de exposição repetida à luz solar. É importante verificar no rótulo do protetor solar que você vai comprar o seguinte: se é a prova d'água, se tem resistência a água, se dá proteção contra radiação UVA e UVB, se é não comedogênico, ou seja, não induz a formação de cravos e espinhas e se é hipoalergênico. Procure usar o protetor solar adequado a sua pele.
Hidrate-se bem. O clima muito quente leva a um aumento da sudorese (suor), acarretando grandes perdas líquidas e de sais minerais, podendo levar à desidratação. Faça uma alimentação leve, saudável e mantenha o seu peso. Você não quer perder o seu investimento, ou seja, a lipoaspiração.


09. Eu tenho pouco "bumbum" e vou desfilar no carnaval como passista e o biquíni é fio dental. A prótese glútea pode deixar "este meu bumbum" com mais volume, arrebitado, condizente com a minha função na escola de samba?

Resposta: A prótese glútea pode dar bom resultado estético se bem indicada, o que dependerá de vários fatores individuais a serem estudados em cada caso em particular. É importante saber que o aumento produzido pela inclusão da prótese glútea limita-se mais à região superior dos glúteos, na área acima da zona de pressão ao sentar-se; sem alteração evidente na parte inferior próxima ao sulco e coxas. Caso haja flacidez na porção inferior e dobra de pele caída embaixo, deve-se associar a cirurgia de retirada desse excesso de pele à inclusão da prótese para melhor resultado. A incisão para a colocação da prótese é discreta e situa-se na linha média entre os glúteos. O período de internação costuma ser de dois dias e a paciente deverá deitar-se de lado ou de barriga para baixo nos primeiros 15 dias de pós-operatório. Durante os primeiros dois meses pode haver um certo desconforto ao sentar, mas gradativamente passa. Aconselha-se o retorno às atividades normais e exercícios físicos com cautela e de forma gradativa após duas semanas da operação. Se o tempo é curto para o que deseja, programe a cirurgia para o próximo ano. Sambe bem e bonito neste ano e faça o seu show.


10. Coloquei silicone nas mamas e fiz uma lipoescultura; não sou chegada a praia, pois não gosto daquela sensação da areia nos meus pés, mas quero estar bronzeada. Tem algum problema o bronzeamento artificial?

Resposta: As câmaras de bronzeamento artificial geram 98% de luz ultravioleta A e 2% de ultravioleta B através de suas lâmpadas especiais. Está comprovado que os raios UVA naturais ou não, provocam envelhecimento precoce e podem também provocar câncer de pele pela ação cumulativa. Seus efeitos nocivos não são visíveis de imediato. Contudo, o bronzeamento artificial não causa descamação nem oferece risco de queimadura. Peça orientações médicas extra com especialistas, informe-se bem e se fizer esse tipo de bronzeamento procure ter bom senso.

11. Tenho 60 anos e devo caminhar um pouco no calçadão para "pegar um pouco de sol" por causa da minha osteoporose. Agora que fiz plástica no rosto é necessário evitar essas caminhadas ao sol?

Resposta: A necessidade do banho de sol em mulheres na menopausa ou naquelas com sintomas de osteopenia ou de osteoporose é evidente.
Procure tomar sol até as 10 h da manhã ou após as 16 horas, protegendo seu rosto com um chapéu e usando fotoprotetor adequado às necessidades de sua pele.
Os danos causados pelo excesso de exposição à radiação solar não anulam seus efeitos benéficos no metabolismo do cálcio e vitamina D em nosso organismo. Sabendo usar o sol de forma adequada não há contra-indicação e os riscos ficam bastante reduzidos.

12. Doutor, fiz uma lipoescultura geral no corpo e quero ficar "bronzeadinha" neste verão, mas agora todo muito fala que o sol faz mal para pele, que dá câncer e blá, blá,blá. Esse negócio de câncer de pele é verdade? Como posso ficar bronzeada numa boa, sem problemas para a pele?

Resposta: O câncer de pele é o crescimento descontrolado de células anormais em uma das camadas da pele. O acúmulo de exposições solares e outros fatores individuais podem determinar a sua causa. Ocorre com mais freqüência em áreas de maior exposição solar como: face, nariz, orelhas, pescoço, ombros e membros superiores.
Vários são os tipos de câncer de pele com diferentes graus de comportamento maligno. Os mais comuns são: carcinoma basocelular, carcinoma espinocelular e o melanoma, este último de muita gravidade.
Existe uma classificação médica para os diferentes tipos de pele, já descrita em uma das perguntas acima, a qual propicia saber o tipo de pele e a sua maior ou menor resistência à exposição solar; podendo assim orientá-la como tomar sol corretamente, reduzindo o risco de desenvolvimento de câncer de pele.
Não custa nada repetir que se recomende banhos de sol até às 10h ou após as 16h, por um período de 20 minutos, fazendo uso de protetores solares de acordo com o tipo de pele. Faça o seu bronzeamento aos pouco, tenha paciência, pense em sua saúde e na sua pele no decorrer dos anos seguintes.
Outras dicas: o uso de um bom chapéu contribui para a proteção de áreas sensíveis, como olhos, orelhas, rosto, pescoço e nuca. Os óculos de sol com UV também auxiliam na proteção dos olhos, que podem sofrer no futuro com a catarata. Se você estiver na sombra atente-se que a areia e o concreto refletem a radiação solar. Quando chegar em casa procure tomar um banho rápido e usar sabonetes de acordo com a sua pele. Após o banho procure usar hidratantes e óleos apropriados.
Quando você for a praia para aproveitar as maravilhas do verão, ou seja, a alegria, a jovialidade e a sensualidade, faça-o de maneira inteligente. Aproveite bem o seu dia, divirta-se, mas chegue em casa mais feliz e com mais saúde para continuar vivendo bem à noite, no dia seguinte e anos depois.

voltar