E SE...!

"DUNGA quisesse fazer uma cirurgia plástica?"


O gaúcho Dunga, capitão do tetra campeonato de futebol, ocupa o cargo de técnico da mais amada Seleção Brasileira de esportes que é a de futebol. No comando desta equipe é complicado e difícil agradar a toda a torcida brasileira, que também se sente "técnico de futebol". Se o time ganha ele é imediatamente endeusado; mas, se acontece o contrário...

Tchê! Barbaridade! Como já não me bastassem os "elogios" da torcida, agora mais essa de cirurgia plástica! É meu caro Dunga, escolhemos você como um gancho para discutir uma suposição de realizar uma cirurgia plástica. E o que será que o incomodaria? Pelo que vimos em alguns blogs as suas orelhas são as preferidas pelos chargistas.

As orelhas do personagem Spock, do seriado Guerra nas Estrelas, nos fez atentar para alguma semelhança no formato das suas orelhas; apesar de, obviamente, não serem absolutamente iguais. Esta forma depende de caráter genético, provavelmente familiar e pelo que sabemos nunca se queixou de sua aparência.

A orelha ou pavilhão auricular compõem com o ouvido o sentido da audição. Do ouvido médio e interno cuidam os otorrinolaringologistas e da orelha os cirurgiões plásticos, seja do ponto de vista estético ou reparador.

Muitas pessoas são acometidas por algumas alterações nesta estrutura anatômica, entre as quais a orelha em abano é a que mais causa transtorno à auto-estima; pois, os apelidos e brincadeirinhas ocorrem desde a infância e muitas vezes perduram por toda vida.

A orelha se desenvolve a vida inteira; porém; só se recomenda fazer uma cirurgia plástica a partir dos 4 anos de idade, quando já apresentam um tamanho bem próximo da de um adulto.

Passo a Passo: a orelha do Dunga é grande, pontiaguda, com lóbulo hipertrófico e aderido à face e um eixo oblíquo maior. A hélix e a anti-hélix são aparentemente normais e a concha, pela foto de divulgação de quando era mais jovem, nos pareceu hipertrofiada. Estes acidentes anatômicos, quando não bem definidos ou hipertrofiados, são os causadores das orelhas abanadas; porém, neste caso ficaram mais conhecidos como orelha de Spock.

O que fazer cirurgicamente? São casos complexos. Primeiramente, não se pode deixar de ressaltar a importância da consulta médica para avaliar corretamente queixas e o caso em particular, o que é importantíssimo para a escolha da técnica cirúrgica a ser empregada.

Muita gente tem orelhas grandes e gostariam de reluzí-las; mas isto não é tão simples como possa parecer. A orelha é constituída por pele e um esqueleto cartilaginoso fibro-elástico flexível; porém, com memória resistente. Isto quer dizer que o seu formato tende a voltar ao original se não for corretamente trabalhado e modelado cirurgicamente, podendo não sustentar a sua nova forma com a cirurgia.

Existem técnicas para diminuição global do tamanho de orelhas grandes, assim como outras para arredondar a extremidade superior pontiaguda ou para reduzir e remodelar o lóbulo das orelhas que seja mais desenvolvido ou deformado por uso de brincos pesados ou outros adereços. Mas, lembrem-se de que estas cirurgias são feitas através de incisões que resultam em alguma cicatriz, que será mais ou menos visível conforme o caso. A diminuição total do tamanho da orelha é um dos casos em que a cicatriz poderá ficar aparente, diferentemente do caso de orelha em abano. Tal procedimento, como os demais referentes à orelha devem ser realizados por um profissional gabaritado e em ambiente hospitalar.

Mesmo considerando-se que o Técnico Dunga nunca tenha pensado nisso, a hipótese nos ajudou a falar do assunto e informar sobre os procedimentos relacionados. Nós da BG somos agradecidos pelo tetra e também nos sentimos um pouco técnicos como torcedores. Nós médicos sofremos deste mesmo mal; pois muita gente aqui no Brasil se sente médico e tem a mania de fazer supermercado de remédio nas farmácias, sem prescrição.


YOU TAQUI Celeste Bergamin
Clique 2 vezes nesta imagem

Praça José Alencar
Veja só: o bonde!


Entre Flamengo e Largo do Machado

Se você gostou dos assuntos ou queira saber mais sobre outros nos escreva.
Caso não queira mais receber esse informativo, basta responder a esse e-mail com o assunto CANCELAR.

Desenvolvido por Seu Site na Internet