Filosoficamente cicatriz pode significar desde um sentimento deixado por um sofrimento ou abalo moral, marcas deixadas por uma guerra ou destruição na natureza, até as cicatrizes propriamente ditas em medicina, resultantes de uma reparação tecidual em uma área que sofreu alguma injúria ou lesão. Não podemos esquecer que invariavelmente todo indivíduo carrega uma marca ao nascimento: a cicatriz umbilical. (Fonte: Portal da Cirurgia Plástica)

Temos notado frequentemente em nossas consultas a desinformação e mistificação que está por trás da cirurgia plástica. Muitas pessoas que procuram a nossa especialidade não se dão conta do que é uma cirurgia de fato. E, é através deste processo que se traduz a solução para os desejos e problemas pessoais mostrados.


Preste atenção nesta imagem!

Este caso mostra uma mama ao natural contendo a marcação da técnica utilizada para reduzir e levantar a mesma. Do outro lado a mama já trabalhada, em fase final. Isto só aconteceu porque foram realizadas incisões, ressecções e montagem pelas técnicas estabelecidas há décadas. O resultado destas incisões chama-se de feridas operatórias que entrarão no processo de cicatrização e depois resultarão em uma cicatriz vertical e outra horizontal posicionada no sulco mamário coincidentes.

Continue prestando atenção!
Agora estamos na plástica estética do abdome em uma fase bem avançada. Em geral os candidatos à abdominoplastia queixam-se do excesso de pele, abaulamento do abdome, avental e normalmente questionam a extensão da cicatriz resultante. Você está vendo na primeira foto o descolamento obrigatório e a tração do excedente de pele. Já na segunda foto vemos o que se segue depois da ressecção do excedente e a marcação para o posicionamento do umbigo. Esta cicatriz é grande porque existe a relação de excesso de pele real e o próprio abdome. Perguntamos a vocês como redistribuir todo este excedente cutâneo, senão por uma cicatriz deste tipo? Não há milagre.

Olhe só mais um pouquinho!

Esta é parte de uma seqüência da ritidoplastia na parte do lift cervical. Na primeira foto você observa excedente de pele, a seguir a sua ressecção e finalizando com a sutura.

Tudo isto que foi mostrado é para reafirmar que quem procura uma cirurgia plástica estará fazendo uma cirurgia através de suas técnicas consagradas que utilizaram com frequência material cortante como o bisturi e a tesoura. Também lembramos que a pele e tecidos internos sofrerão o fenômeno da cicatrização e que suas respostas são individuais. A cicatriz definitiva dependerá em muito das orientações que o paciente deve seguir.

Entre no www.portaldacirurgiaplastica e desenvolva mais o assunto.

=======================================================================