Sob ponto de vista anatômico o abdome faz parte do tronco, situando-se entre o tórax, superiormente e a pelve inferiormente. Porém, nem externa nem internamente estas divisões são nitidamente marcadas.

O reto do abdome é um músculo poligástrico, isto é, apresenta diversos ventres musculares, separados por intersecções tendíneas. Estas, em número de três ou quatro, situam-se, geralmente, acima da cicatriz umbilical.

O m. reto do abdome está envolvido por uma bainha, a bainha do reto abdominal, formada pelas aponeuroses de inserção dos três músculos ântero-laterais: transverso e oblíquo interno e externo.
O reto do abdome é o principal flexor do tronco, auxiliado pelos oblíquos externo e interno quando estes se contraem juntos.

Nos últimos tempos tanto os homens como as mulheres descobriram que “quem tem barriga” não é bonito e, assim passaram a dar uma importância ímpar aos músculos do abdome. Como todos os modismos a expressão abdome tipo “tanquinho” passou a ser muito desejada sob ponto de vista estético, principalmente nas academias.

O grupo muscular formado pelo reto abdominal, oblíquos externo e interno além do transverso participa das funções vitais como respiração, defecação, expulsão de gazes, micção, parto e vômito. Sobre o tronco estes músculos agem na flexão, rotação e flexão lateral.

Algumas doenças se instalam no organismo por causa do mau funcionamento de órgãos protegidos pelo abdome que se deslocam da sua posição anatômica com a flacidez desse grupo muscular. Num abdome protuso o braço de resistência entre a lombar e o ponto mais distante aumenta levando a uma hiperlordose lombar com todas as suas conseqüências. A hérnia de disco pode ser uma delas. Da mesma forma um abdome fraco sobrecarrega os músculos intercostais e os paravertebrais que passam a trabalhar sozinhos no dia a dia.

Ë importante salientar que durante o estado interessante, ou seja, a gravidez a musculatura bilateral do reto se afasta deixando um espaço o qual chamamos diástase, deixando a parede mais frágil. Durante o procedimento de abdominoplastia reaproximamos estas bordas através de uma reforçada plicatura (união através de pontos de suturas)

Outro fato é a questão do acúmulo de gordura abdominal estar associado ao risco de complicações cardiovasculares. Os homens têm, por questões genéticas e hormonais mais facilidade e não é difícil comprovar isso. Essa é a chamada obesidade andróide, tipo maçã, enquanto a mulher tende a acumular gordura nos quadris, chamada de obesidade genóide, do tipo pêra.

Entre as cirurgias plásticas que acometem o abdome temos a abdominoplastia também chamado de dermolipectomia abdominal. Este procedimento cirúrgico ajuda a redefinir as formas e o contorno abdominal através da retirada do excesso de pele e gordura e pelo reforço da sua musculatura na parede anterior. É indicada principalmente para a correção do abdome após gestações, em obesos ou após grandes perdas de peso e abdome em avental.

A lipoaspiração é empregada com a finalidade de melhorar e remodelar o contorno corporal através da remoção de gordura depositada em diversas regiões do corpo. É feito com cânulas especiais conectadas a um aparelho que as aspira sob pressão negativa. Sua principal indicação é para a aspiração de gordura localizada resistente aos exercícios físicos e dietas, mas não deve ser usado como técnica de emagrecimento. Outro fator importantíssimo a considerar é a relação gordura e pele, ou seja:
- Quando não existe pele sobrando, mas há gordura em excesso, a melhor indicação é a lipoaspiração;
- Nos casos em que, além de gordura acumulada, a pele da barriga está flácida, a plástica abdominal é a indicada.

O outro procedimento importante do qual se utiliza parte do reto do abdome acontece nas reconstruções de mama através da técnica de transposição de um retalho miocutâneo que irá preencher e dar a forma de uma mama, naquelas mulheres que foram vítimas de câncer de mama.

A musculatura do grande dorsal também poderá ser utilizada para reconstrução de mama ou de outros defeitos que aconteceram no tórax anteriormente



O que dilata o abdome:

BEBER MAIS DO QUE 300ML DE AGUÁ DURANTE A REFEIÇÃO - o excesso de água dilui os sucos digestivos e prejudica a digestão, pois a estagnação de alimentos no estômago e duodeno, com direito a acúmulo de gases e dilatação das alças intestinais.

BEBIDAS GASOSAS - o gás da bebida aumenta a concentração de gases no tubo digestivo.

CERVEJA E CHOPE - no dia a dia, provoca estagnação de fermentações e dilatação do volume do estômago e das alças intestinais.

GORDURA ANIMAL ingerida em excesso é a principal responsável por centímetros a mais no abdome. Bacon, carne vermelha, manteiga e queijos amarelos, quando comidos com freqüência e em grande quantidade, aumentam a camada adiposa do corpo. Apesar disso, esse item não deve ser eliminado da dieta.

TIPOS DE ALIMENTOS: o abdome saliente é provocado por alimentos que incentivam a formação de gases. Para serem digeridos, alguns grãos, legumes, verduras e fibras passam por um processo de fermentação que produz gases e inchaço. O efeito estufa costuma durar cerca de seis a oito horas, até que todas as etapas da digestão sejam concluídas. Entre os alimentos que ingeridos em excesso contribuem com a fermentação estão: brócolis, repolho, feijão, ervilha, nabo, soja, arroz branco, pães brancos, cereais matinais, leite e laticínios. Maus hábitos alimentares, como ficar grandes períodos em jejum, comer rápido demais e mudar os horários das refeições, diminuem a eficiência digestiva e também podem inchar o abdome.

PRISÃO DE VENTRE: contribui bastante com a saliência da barriga. Para combater o mal é importante beber muita água e incluir na dieta alimentos como mamão, ameixa, beterraba, laranja (com o bagaço) e casca de maçã. A retenção de líquidos é outro fator que também provoca o aumento do abdome. Esse problema pode ser amenizado com a redução da quantidade de sal usada para temperar os alimentos e acrescentando à dieta os seguintes itens: abacaxi, melão, melancia, maracujá, limão, hortelã, berinjela, erva-doce, salsão, salsa e coentro.

POSTURA: o excesso de curvatura lombar, mais conhecida como hiperlordose é outra causa comum de barriga. A barriga se projeta para frente, tornando-se bastante evidente. Essa postura é mais comum entre as mulheres, que assumem esta postura errada para arrebitar o bumbum ou até ao uso de salto alto, que naturalmente acentua esta postura. Assim, a região lombar fica hipertrofiada e a abdominal fraca. Nestes casos, a pessoa deverá trabalhar os músculos abdominais e alongar a região lombar procurando também, observar a postura no dia-a-dia.

BG ZODÍACO
Procure o corpo de uma mulher
Período: 21 JUN a 22 JUL
Planeta Regente:Lua
Elemento: Água
Qualidade: Cardinal
Pecado Capital: Preguiça
Signo Complementar: Capricórnio
Oposto Psicológico: Libra
Dia da Semana: Segunda-Feira

Período: 21 JUL a 22 AGO
Planeta Regente:Netuno
Elemento: Fogo
Qualidade: Fixo
Pecado Capital: Orgulho
Signo Complementar: Aquário
Oposto Psicológico: Virgem
Dia da Semana: Domingo


BG SOCIAL

Um grande amigo, o Dr. Egídio Martorano, que está morando e trabalhando em Florianópolis, esteve recentemente visitando as dependências da BG. Durante a sua passagem aproveitou a ocasião para nos apresentar o Sr. Rubens Celso Vecchio, diretor superintendente da European Medical Instruments. Aguardem as NOVIDADES trazidas por ele!!!!
BG FOFURA
Ana, como Você pediu: Você ao lado da sua Bianca.

Bianca, a coisinha mais fofa
da Ana Beatriz

Clique aqui e leia o depoimento da Anna Beatriz.
Se você gostou dos assuntos ou queira saber mais sobre outros nos escreva.
Caso não queira mais receber esse informativo, basta responder a esse e-mail com o assunto CANCELAR.

Desenvolvido por Seu Site na Internet