FESTAS JUNINAS!!!


"A fogueira tá queimando /
Em homenagem a São João/
O forró já começou /
Vamos gente , arrastar pé
nesse salão São João na Roça "


 
Luiz Gonzaga e Zé Dantas

OBA!!!!!

 
TEM CERTEZA????????
ATENÇÃO MULHERES! NA HORA DE ESCOLHER O TAMANHO DAS PRÓTESES QUE DESEJA, TENHA JUÍZO E CONSIDERE O SEGUINTE:

01. A mulher tem que ter atitude e decisão própria para querer colocar as próteses.

02. O tamanho da prótese: toda mulher tem algum receio do resultado final. Existem aquelas que sentem medo de ficarem grandes demais e aparentes, enquanto outras chegam pedindo o maior tamanho. Cuidado com exageros. O melhor é o equilíbrio. Se levarmos em conta o sutiã, a grande maioria das mulheres gostaria que suas mamas coubessem em um sutiã 42 ou 44. A média geral aceitaria no máximo um 46.

03. Este equilíbrio é conseguido através da relação de entendimento do que é pedido e do que é possível realizar.

04. A relação entre o tamanho do tórax e o volume das mamas deve ser bem avaliada. Em geral as mamas de uma mulher apresentam alguma assimetria; isto é, não são exatamente iguais. Seu conteúdo formado pela glândula e tecido gorduroso é que dão o volume em si, podendo este ser diferente entre um seio e o outro. A pele que o sustenta é seu continente e se relaciona com o grau de flacidez. A qualidade da pele pode interferir no resultado, na presença de cicatrizes, estrias, tratamento radioterápico prévio, etc. A forma do tórax deve ser observada; se largo ou estreito, se apresenta alguma deformidade, desvio de coluna, alterações tipo "peito de pombo" e outras. A escolha da técnica cirúrgica pode também ser alterada em mamas virgens de cirurgia como em mamas que já sofreram alguma mamoplastia prévia ou mastectomia. Isto tudo revela a necessidade de uma avaliação especializada por um profissional competente. Não é coisa que se resolva por sem uma consulta médica.

05. O tipo de prótese: há no mercado as que chamamos de perfil alto, baixo e anatômico. O primeiro resulta em uma forma de gota; a segunda é mais arredondada. O formato anatômico é mais utilizado para reconstrução de mama. O perfil alto é o mais escolhido pelas mulheres. Mas, cada caso é um caso. Nesta escolha levamos em consideração o grau de projeção, enchimento, simetria e o maior ou menor afastamento das mamas entre si.

06. Incisão de escolha e cicatriz resultante: Damos maior preferência às incisões na região de aréola. Pode ser uma linha semicircular na linha de contorno inferior da aréola ou numa linha reta que divide o complexo aréolo-mamilar no meio, chamada de transareolomamilar. Porém, não podem ser feitas em aréolas menores de 3 cm. Outras incisões podem ser utilizadas, tais como no sulco embaixo da mama com 4 cm, na região da axila e outras que já existam devido a cirurgias anteriores.

07. Você deve sempre informar-se bem antes de partir para a cirurgia. Você encontrará neste Site: www.bgcirurgiaplastica.com.br nas sessões de artigos, de casos clínicos e de procedimentos cirúrgicos um mundo de informação. Entretanto, se ainda desejar saber mais FALE CONOSCO e teremos o maior prazer em atendê-la.

08. A título de informação a prótese de silicone fez 50 anos em 2004.





CURIOSIDADE: O SUTIÃ JÁ TEM 90 ANOS

Na antiguidade, cerca de 2000 a.C. em Creta, as mulheres daquela época usavam tiras de pano para segurar os seios. Já as gregas enrolavam-nos para que não balançassem.
O espartilho e o corselete foram os precursores do sutiã e os primeiros modelos tinham estrutura de metal.

Foi a americana Mary Phelps Jacob quem patenteou esta invenção junto com a sua empregada, que fez uma espécie de porta-seios, tendo como material dois lenços,
uma fita cor-de-rosa e um cordão. Ela vendeu a patente por U$ 1.550 para a Warner Bros, que nos 30 anos seguintes faturou o equivalente a U$ 15 milhões.

Esta peça tão íntima das mulheres já foi objeto de rebeldia. Nos anos 60, as feministas queimaram em praça pública "o sutiã" que consideravam símbolo da opressão masculina.

O sutiã evoluiu muito nos últimos tempos, os modelos são os mais variados possíveis, mas o sutiã de enchimento pode dizer assim, é "o incentivador da prótese de mama".

Você se lembra do seu primeiro sutiã?

A BG VISITA A SILIMED


Os Cirurgiões Plásticos da BG estiveram visitando as dependências da SILIMED, fabricante das próteses de silicone, entre as quais, àquelas tão famosas para aumentar as mamas e bumbum.

Ficamos impressionados com a competência, o profissionalismo e a gentileza de todos que trabalham naquela empresa genuinamente brasileira.


Ana Maria, Dr. George Sr. José Figueiredo (Vice-Presidente)
e Dr. Benedito


Produtos da SILIMED


Dependências SILIMED


Dr. Benedito Sr. Anton Bernardo
(Diretor de Produção) e Dr. George


Dependências SILIMED


Mario Mesiano, Dr. Benedito
e Lauriene

 
Se você gostou dos assuntos ou queira saber mais sobre outros nos escreva.
Caso não queira mais receber esse informativo, basta responder a esse e-mail com o assunto CANCELAR.